sexta-feira, 15 de abril de 2011

Cultura e Sociedade

1 – O papel da educação na transmissão da cultura

  • A aquisição e perpetuação da cultura é um processo social resultante da aprendizagem.
  • Cada sociedade transmite às novas gerações o patrimônio cultural que recebeu de seus antepassados. Portanto a cultura é chamada de herança social.
  • Educação informal  ou assistemática : não há escolas, a transmissão ocorre na família e em grupo adulto( grupos sociais).
  • Educação Sistemática ou formal : obedece a uma organização previamente planejada.
  • Não há modelo único, nem uma forma exclusiva de educação.
  • Educar é transmitir aos indivíduos os valores, os conhecimentos, as técnicas, o modo de viver, enfim a cultura do grupo.

2 – Identidade cultural
                 
·         Não há sociedade sem cultura.
·         Cultura : estilo de vida próprio, ou um modo de vida particular que todas as sociedades desenvolvem e que caracteriza cada uma delas.
·         Identidade cultural : indivíduos que compartilham a mesma cultura.
·         A identidade cultural pode ser mais forte do que a herança biológica, pois o homem pode reproduzir, valores e estilos próprios de organização, desenvolvendo um forte sentimento de identidade cultural.

3 – O aspecto material e o não – material da cultura

·         Cultura material consiste em todo tipo de utensílios produzidos em uma sociedade : ferramentas, instrumentos, máquinas, hábitos alimentares, habitação, etc. e interfere diretamente em seu estilo de vida.
·         Cultura não-material : abrange todos os aspectos morais e intelectuais da sociedade, tais como : normas sociais, religião, costumes, ideologia, ciências, artes, folclore, etc. Exemplo ; folclore.
·         Existe uma interdependência estreita e constante entre cultura material e cultura não-material. É uma relação intrínseca, pois um grupo só pode realizar sua cultura não-material apoiados em meios concretos de expressão.
·         Componentes da cultura : traços culturais ( menor componente, exemplo : penas usadas num cocar), complexo cultural ( combinação de traços culturais), área cultural ( região em que predominam determinados complexos culturais, ou seja, espaço geográfico), padrão cultural ( conjunto de normas que rege o comportamento dos indivíduos), subcultura ( diferenças significativas que aparecem no interior de uma cultura ).
·         Simbiose : quando diversas culturas de diferentes origens se encontram em uma mesma  área cultural desenvolvendo uma relação de simbiose e respeito mútuo, temos uma situação multicultural.
·         No Brasil não temos uma situação multicultural. Existem, sim, miscigenação racial e sincretismo ( combinação dos princípios dos diversos sistemas} cultural.
·         A fusão de culturas existe, porém convivemos com manifestações de racismo, preconceito e discriminação.
·         Exemplos de subcultura juvenil ou tribos urbanas : punks, góticos, skinheads, etc.

4 – O Crescimento do Patrimônio Cultural

·         A invenção é a combinação de traços já existentes, dando como resultado um traço cultural novo.
·         Isso difunde-se não só na sociedade em que tiveram origem, mas também entre culturas diferentes, geralmente através dos meios de comunicação  (jornais, revistas, televisão, cinema, rádio, internet, etc )..
·         As culturas se desenvolvem incorporando traços culturais em maior número do que aqueles que caem em desuso.
·         A cultura é o somatório de todas as realizações das gerações passadas que se sucederam no tempo, mais as realizações da geração presente.
·         Retardamento Cultural : as mudanças dos diversos componentes da cultura não acontecem no mesmo ritmo. As invenções acarretam mudanças mais aceleradas na cultura material do que na cultura não-material. Essa diferença de ritmo provoca descompassos entre os diversos componentes da cultura. Exemplo : pílula anticoncepcional na década de 1960. Assim ocorre um desequilíbrio entre os diferentes aspectos da cultura ou demora cultural.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário